Ação da Defensoria Pública garante inclusão digital para idosos de abrigos de Petrolina

A Vara da Fazenda Pública de Petrolina deferiu o pedido da Defensoria Pública de Pernambuco para que idosos abrigados em instituições de longa permanência tenham direito à inclusão digital durante o período de isolamento social, necessário para combate à pandemia do novo coronavírus. A ação civil pública foi impetrada pela defensora pública Silma Dias, associada à Adepepe.

O pedido considera que o idoso compõe o grupo de risco e o afastamento de seus familiares e amigos podem causar quadros de pânico, ansiedade e depressão. “Estou muito feliz e com sensação de dever cumprido. Os idosos poderão se comunicar com entes queridos, resgatando a cidadania e a dignidade da pessoa idosa”, destaca a defensora Silma Dias.

Na decisão liminar, a Justiça determinou que o município de Petrolina deve, no prazo de 10 dias, disponibilizar equipamentos como tablets e smartphones, além do acesso à internet, para permitir o contato e convívio virtual dos idosos abrigados nas instituições municipais de longa permanência com seus familiares. Também determinou que seja realizada uma orientação técnica para uso dos equipamentos e que sejam adotados os cuidados necessários para preservação da saúde dos envolvidos.

 

Imagem: Freepik

Eventos

CONFIRA FOTOS DO HAPPY HOUR DOS ASSOCIADOS!

Aniversariantes do Mês

Aniversariantes de novembro

Vídeos em Destaque

TV ADEPEPE: São João da ADEPEPE e as lutas da categoria